Páginas

4 de ago de 2007

PARA VOCÊ GUARDAR NO SEU CORAÇÃO...

≥♥≤═════≥♥≤═════≥♥≤═════≥♥≤═════≥♥≤

ACIMA DE TUDO O AMOR!

I Coríntios 13, 1; 4- 8; 13

"Ainda que eu falasse
a lingua dos homens e dos Anjos,
se eu não tivesse o Amor,
seria como um sino ruidoso
ou como um címbalo estridente.

O Amor é paciente,
o Amor é prestativo,
não é invejoso, não se ostenta.
Nada faz de inconveniente,
não procura seu próprio interesse,
não se irrita, não guarda rancor.
Não se alegra com a injustiça;
mas se regozija com a verdade.
Tudo desculpa, tudo crê;
tudo espera, tudo suporta.
O Amor jamais passará!
As profecias desaparecerão,
as linguas cessarão,
a ciência também desaparecerá.

Agora, portanto, permanecem
estas três coisas:
a fé, a esperança e o Amor.
A maior delas, porém, é o AMOR"!

≥♥≤═════≥♥≤═════≥♥≤═════≥♥≤═════≥♥≤

O costume de orar


orarsempre.jpg

por Antonio Francisco

A vida é feita de hábitos, pois somos o que fazemos. A Bíblia diz que o profeta Daniel costumava orar, e fazia isso três vezes por dia (Dn 6.10). Parece que esse era um costume judeu, orar à tarde, pela manhã e ao meio-dia (Sl 55.17). A Bíblia nos ensina a orar com perseverança em todas as ocasiões, por todos os irmãos e por todas as pessoas (Ef 6.18; 1 Tm 2.1). A oração tem deixado de ser um costume devido a correria e o materialismo de nossos dias. Mas não podemos abrir mão de orar ao Pai (Mt 6.9), orando continuamente (1 Ts 5.17), e separando um tempo específico para entrar em nosso quarto e orar em secreto ao nosso Pai celestial (Mt 6.6). Que cada um de nós tenha o costume de orar. Vamos lembrar das palavras de A. J. Gordon: “Depois que oramos, podemos fazer mais que orar; mas, enquanto não orarmos, não podemos fazer nada”.


Jesus Cristo

-- Jesus Cristo: demonstra que O amas e Ele demonstrar-te-á o que é o Amor -- Jesus ao aceitar ser coroado Rei com uma coroa de espinhos, transmitiu-nos a mensagem de que para entrar no seu reino, também nós temos de aceitar os nossos próprios espinhos -- Actualmente procuramos a felicidade vivendo ao sabor das nossas paixões. Na realidade, só conseguiremos ser felizes, quando vivermos plenamente ao sabor da Paixão de Cristo -- Deixa que Cristo cresça em ti, para que tu possas crescer em Cristo