Páginas

7 de jun de 2007

Avalie Sua Auto-Estima

Quando querem avaliar a auto-estima de alguém, os psicólogos costumam utilizar este teste publicado pela revista “Emoção e Inteligência”. Normalmente distribuem estas questões para pessoas de um mesmo grupo, como o de alunos de uma escola, e comparam o resultado. Assim, criam um parâmetro não muito distante da realidade de todos. Mas também é possível usar este teste individualmente. Por isso, vale a pena ver o que você anda achando de si mesmo. Leia cada formulação e, sem parar para pensar, escreva a sigla que mais se aproxima de sua condição atual.

  • CT – Concordo totalmente
  • C – Concordo
  • NC – Não concordo
  • NCM – Não concordo mesmo


1. ( ) No geral, estou satisfeito comigo mesmo.
2. ( ) Às vezes acho que não tenho nenhum valor.
3. ( ) Acho que tenho um certo número de boas qualidades
4. ( ) Sou capaz de fazer as coisas tão bem quanto a maioria das pessoas.
5. ( ) Sinto que não tenho muito do que me orgulhar.
6. ( ) Não há dúvida de que eu, as vezes, me sinto inútil.
7. ( ) Eu me sinto uma pessoa de valor, ao menos tanto quanto os outros.
8. ( ) Eu gostaria de ter mais respeito por mim mesmo.
9. ( ) Considerando-se tudo, tendo a me sentir uma farsa.
10. ( ) Minha opinião sobre mim é positiva.


Contagem de Pontos

Questões 1, 3, 4, 7 e 10.

CT............... 04 pontos
C................. 03 pontos
NC.............. 02 pontos
NCM.......... 01 ponto

Questões 2, 5, 6, 8, e 9.

CT.......... 01 ponto
C............ 02 pontos
NC............. 03 pontos
NCM.......... 04 pontos


Analise seu Resultado

  • Entre 10 e 16 pontos - Auto-estima baixa.
  • Entre 17 e 33 pontos - Auto-estima média.
  • Entre 34 e 40 pontos - Auto-estima alta.

Fonte: CD Capacitando a sua Liderança

MÉDICO ACONSELHA ABSTINÊNCIA SEXUAL PARA JOVENS



O aumento alarmante do número de casos de doenças sexualmente transmissíveis (DST) e gravidez entre adolescentes fez com que um médico da Grã-Bretanha sugerisse uma nova forma de prevenção aos jovens: a abstinência sexual.

O Serviço Laboratorial de Saúde Pública da Grã-Bretanha constatou que, desde 1995, aumentaram em 77% os casos de clamídia, em 57% os casos de gonorréia e em 56% os casos de sífilis. A situação levou o doutor Trevor Stammers a escrever um artigo para o British Medical Journal, uma das mais respeitadas publicações britânicas da área, pedindo aos médicos que estimulem a abstinência.

O doutor lembrou que, nos EUA, uma campanha pela abstinência sexual provocou uma queda significativa do número de adolescentes grávidas. A idéia causou polêmica entre a comunidade médica.

Portal Terra, com informações da BBC. Sexta, 15 de dezembro de 2000, 10h44min

FONTE: CD Capacitando a Sua Liderança - Usada com permissão



Postador por: Paulo Geovane