Páginas

19 de jul de 2007


Não é Fácil Desculpar...

Se pedir desculpas já não é fácil, mais difícil é
perdoar...

Quando feridos, magoados, ofendidos, nos fechamos em uma
concha e passamos a enxergar o mundo com desconfiança, e a pessoa que nos
magoou, como inimigo feroz...

O nosso coração é qual delicado jardim onde elegemos
angústia, tristeza, mágoa e vingança para crescerem qual erva daninha, as
quais em breve nos sufocarão as boas iniciativas, principalmente se frágeis
e tenras.

Se alguém orientar que não se pode aceitar tudo calado ou
que temos que nos defender, concordamos plenamente; porém, faz-se mister
meditar se ao furo de uma tachinha precisamos responder com o golpe de uma
marreta...

Não necessitamos guardar a sombra no coração.

Mudemos a postura perante os que nos ferem, não guardando
nada de ruim no coração; deixemos que a vida ensine a eles que o fogo queima
primeiro a quem se fez foco do incêndio...

Cultivemos no coração as flores do perdão, do amor, da
compreensão...

Só vive iluminado quem acende luz em torno dos próprios
passos.

(Do Livro "Reflexões para a Paz", de Joamar Zanolini Nazareth)

Nenhum comentário: