Páginas

13 de ago de 2008

Eu tomo posse daquilo que sou - por Pe. Fábio

Quem não se ama não sabe amar ninguém

Ser pessoa é antes d tudo ter consciência: “Eu sei qm sou eu. Tenho diante d mim minhas dificuldades,mas eu me aceito!” Conversão é tomar posse daquilo q se é. Por isso,Deus não pode trabalhar c/ uma pessoa mascarada,q não se aceita.
Não existe cristão se ele não se aceitar do jeito q é. Vc é o q é, e a sua conversão passará por aquilo q vc é!
Jesus quando viu Madalena fez com q ela voltasse a ver aquilo que ela era,não uma prostituta, mas uma filha d Deus projetada por Ele; não aquilo q a sociedade criou.
Nós caímos muito nos artifícios q nos são apresentados. Nossa vida se ilumina por novidades e gostamos muito do estético. E seguimos aquilo q é diferença,não somos fã da disciplina. Corremos atrás d coisas e 2 semanas depois vemos q realmente aquilo não era tão bom como parecia.
Pq os artistas não permanecem muito tempo casados?É por causa disso. Querem respostas rápidas, românticas,buscam o brilho eterno e acabam desanimando. Então,o outro começa a decidir por nós e ficamos perdidos. Muitas pessoas,ora dão um testemunho d q acreditam em Deus ora, passado um tempo depois, já dizem acreditar em Buda,depois em Maomé,e mais tarde na energia [cósmica]... Não ficam presas a nada.
Cuidado para não seguir somente as vaidades. Somos vaidosos, mas não podemos ser levados pela vaidade. Não invente um personagem, seja aquilo que você é. Seja autêntico, assim você provoca autenticidade nas pessoas a seu redor. Procure ser aquilo que Deus o fez. Se você está correndo atrás de porcaria cuidado para não acabar deixando de ser aquilo que Deus fez de você.
Deus acontece plenamente no nosso coração quando nós nos permitimos ser aquilo que somos. A nossa divindade só acontece na participação.
Não seja aquilo que dizem que você é. Parece estranho, mas não podemos dar aquilo que não temos. Se você não descobrir que você é sagrado, você não vai perceber a sacralidade que o outro é!
Quem não se ama não sabe amar ninguém. É uma pessoa ausente de si mesma. Os amores estragados que passaram minou aquilo que se era. Há pessoas que vemos que não têm amor-próprio; mas nós não temos o direito de perder esse amor.
Tome posse do que você é para depois dar-se ao outro.

Padre Fábio de Melo
22/07/2008 - 09h00
.

Fonte: www.cancaonova.com

Nenhum comentário: